domingo, 5 de maio de 2013

EM CONCEIÇÃO DAS ALAGOAS - Polícia Civil prende grupo suspeito de roubar fazendas em Conceição

Uma quadrilha suspeita de vários roubos na zona rural de Conceição das Alagoas foi detida na noite de sexta-feira (3) pela Polícia Civil. Cinco homens foram presos e, com eles, os investigadores apreenderam diversas armas e objetos que foram roubados em uma fazenda na semana passada. Os suspeitos vão responder pelos crimes de formação de quadrilha, posse de arma, roubo e tráfico de drogas.

Após um roubo ocorrido na quarta-feira (24), em que as vítimas foram amarradas e torturadas na fazenda e tiveram R$19 mil e dez armas levadas, o delegado Cláudio Ondas pediu prioridade aos investigadores, que chegaram a ir até a fazenda no dia do crime.

Durante as investigações, os agentes Ronaldo França, Cesar Santiago e Germano de Oliveira tiveram a informação de que um suspeito estaria vendendo armas na cidade. Os policiais fizeram campana de dois dias, próximo à casa dele, e perceberam na noite de sexta-feira que teria escondido um material debaixo do banco do Gol, cor branca, com placas de Conceição das Alagoas.

O suspeito foi seguido e abordado na praça da rodoviária de Conceição das Alagoas. Dentro do carro foram encontradas quatro armas das dez roubadas na fazenda. Em seguida, os policiais fizeram diligências e conseguiram prender todos os outros suspeitos de envolvimento na quadrilha, que moravam em uma república na cidade.

Durante a ação, a Polícia Civil apreendeu ainda certa quantidade de maconha, cocaína e ácido bórico. As vítimas reconheceram os presos, assim como os autores do roubo. Uma das vítimas, segundo a polícia, chegou a dizer o que cada um deles fez durante o crime na fazenda.

Na delegacia, os cinco suspeitos entraram em contradição durante os depoimentos e tiveram o flagrante ratificado pelo delegado Cláudio Ondas. Eles são suspeitos de outros assaltos que, segundo a Polícia Civil, serão investigados para confirmação.

Crime. Segundo versão dos moradores, o fazendeiro G.E.S., 71 anos, e as irmãs dele D.T.S., 68, e A.T.S., 63, chegaram à fazenda cinco homens, todos armados com facas, e anunciaram o assalto. Uma das vítimas, A.T.S., conseguiu fugir. Os dois irmãos que ficaram na casa foram amarrados e torturados, com tapas no rosto, para contar onde estavam os objetos de valor.

Os autores roubaram R$19 mil em dinheiro, três aparelhos de som, um pneu estepe, três carabinas calibres 44 e 32, uma espingarda dois canos calibre 20, uma espingarda cartucheira calibre 24, uma espingarda calibre 28, um revólver calibre 38, uma Filobé importada de calibre 22, duas espingardas cartucheiras calibre 36. Os bandidos também levaram diversas munições de variados calibres.

Nenhum comentário: